Vídeos Revelam Segredos Tecnológicos da Expedição Oriente 

SISTEMA HIDRÁULICO E SOLUÇÕES PARA FILTRAÇÃO DE ÁGUA E COMBUSTÍVEL FORAM ALGUNS DOS DESTAQUES APRESENTADOS PELO CAPITÃO DO VELEIRO KAT

Baixe aqui fotos desta notícia

São José dos Campos (SP), abril de 2016 – Líder global no desenvolvimento de soluções para o movimento e controle, a Parker Hannifin é fornecedora oficial da Expedição Oriente, projeto da família Schurmann que dará a volta ao mundo em dois anos e três meses e que chegou recentemente ao Japão. Com mais da metade do desafio superado sem surpresas, a tripulação do Veleiro Kat embarcação construída especialmente para esta aventura gravou quatro vídeos nos quais revela como funcionam as tecnologias de última geração que estão contribuindo para o sucesso da jornada.

No vídeo A Expedição Oriente e a Parker Sistema Hidráulico, o capitão Vilfredo Schurmann apresenta os recursos diferenciados que este sistema agregou ao veleiro. Ele destaca a vantagem de ter pela primeira vez uma quilha retrátil com acionamento hidráulico instalada em sua embarcação (que permite ao veleiro navegar inclusive em águas rasas e rios) e as automatizações inéditas aplicadas a processos, como o comando das catracas que puxam as velas, atividades que seriam praticamente impossíveis de realizar manualmente em um veleiro do porte do Kat (80 pés de comprimento e 85 toneladas).

O segundo vídeo (Sistema de Dessalinização de Água) mostra outro equipamento fundamental desenvolvido para a volta ao mundo da família Schurmann. O dessalinizador de água por osmose reversa é responsável por fornecer água potável à tripulação de doze pessoas, que dependem dele também para a cozinha e para banhos. O vídeo mostra como o sistema de purificação Parker superou com folga a demanda da expedição.

Sabendo da agressividade do ambiente marítimo para sistemas hidráulicos (principalmente devido à umidade e ao sal), a terceira parte da visita em vídeo ao Veleiro Kat (Filtros de Óleo e de Combustível) revela detalhes sobre o sistema de filtração por coalescência e os desafios relacionados ao combustível em uma jornada como esta.

Denominado Sistemas de Refrigeração, Válvulas, Mangueiras e Conectores, o quarto vídeo desta série aborda as conexões especiais e os trocadores de calor especialmente desenvolvidos para um veleiro que dá a volta ao mundo, passando pelos lugares mais variados do globo.

Iniciada em setembro de 2014, a Expedição Oriente deve concluir sua viagem em dezembro de 2016. A Parker desenvolveu ao todo mais de 1.000 itens embarcados no Veleiro Kat.

Os vídeos sobre as tecnologias da Expedição Oriente encontram-se no link http://migre.me/tkHIi.

Para outras informações, contate a Parker Hannifin pelo telefone 0800 727-5374 ou pelo e-mail falecom@parker.com.

Sobre a Parker – Com vendas globais acima de US$ 12,7 bilhões (ano fiscal 2015), a Parker Hannifin é líder mundial no desenvolvimento de tecnologias para movimento e controle. É reconhecida como a mais diversificada provedora de soluções de engenharia para uma ampla variedade de mercados, incluindo aplicações industriais mobil e aeroespaciais. A companhia emprega aproximadamente 55.000 pessoas em 50 países.

No Brasil, a Parker mantém oito unidades produtivas, seis escritórios regionais de vendas e dois centros de serviços de engenharia, desenvolvendo produtos e sistemas para as áreas de controle de processos, hidráulica, pneumática, filtração, eletromecânica, condução de fluidos e gases, selagem e blindagem, climatização. Para mais informações, visite o site da empresa em www.parker.com.br.

###

               

________________________________________

MATERIAL JORNALÍSTICO ADICIONAL

VELEIRO KAT SUPERA METADE DO DESAFIO GLOBAL SEM SURPRESAS

Entrevista com Vilfredo Schurmann, capitão da histórica Expedição Oriente:

Qual o balanço dos 15 primeiros meses da Expedição?

V. Schurmann: Tem sido uma aventura fascinante. Já passamos próximo de um vulcão em erupção, no Chile; na Antártica, navegamos com ondas de seis metros de altura e mergulhamos ao lado de uma baleia e seu filhote. Cada dia é novo e propício para momentos surpreendentes e inesquecíveis.

Quais locais foram visitados?

V. Schurmann: Já navegamos mais de 12 mil milhas, passando por Uruguai, Argentina, Chile, Polinésia Francesa, Samoa Americana e Nova Zelândia. A China será o ponto alto desta viagem; pretendemos velejar pelo grande canal, construído há mais de dois mil anos.

Quais desafios já foram superados com o apoio das tecnologias Parker?

V. Schurmann: O maior deles foi elaborar um projeto bem estruturado na construção do veleiro. A Parker teve participação fundamental neste desenvolvimento, fornecendo sistemas hidráulicos, filtros de combustível, conexões, registros e dessalinizador. A cada içada da vela genoa com ventos fortes acionamos a catraca hidráulica e resolvemos a situação com grande segurança. Na entrada do porto de Opua, na Nova Zelândia, com correntes e ventos fortíssimos, o bow thruster hidráulico fez uma enorme diferença.

Por quê?

V. Schurmann: Na última viagem tínhamos um veleiro de 55 pés, com 25 toneladas, e eram realizadas manualmente funções como manobra das velas, acionamento do leme, catracas mecânicas, guincho elétrico. Já o Kat, com 80 pés e 85 toneladas, é bem mais avançado. Agora podemos comandar o veleiro de dentro da cabine, graças ao acionamento hidráulico dos equipamentos. Optamos pelos acionamentos hidráulicos para enrolador de genoa, catracas, bow thurster e elevação da quilha também para reduzir o consumo de energia elétrica no veleiro. Ligamos o gerador muito menos. Além disso, o sistema Parker de filtração de óleo tem funcionado de maneira impecável.

O que pode dizer sobre a confiabilidade dos sistemas?

V. Schurmann: Estou feliz de ter no Veleiro Kat equipamentos confiáveis, que trabalham perfeitamente em condições tão diversas quanto calor excessivo, frio extremo ou fortes tempestades. Os sistemas Parker nos dão total segurança em qualquer situação. Inclusive estamos cobertos por sua assistência técnica mesmo distantes do Brasil. Em nome de nossa tripulação, mais uma vez agradeço a parceria da Parker.